Olimpia 24 Horas

SEVERÍNIA - TRÁFICO DE DROGAS: PM e Guarda Municipal flagram e prendem dois menores e um maior

Postado em: 17/05/2022

Na noite desta segunda-feira (16) uma equipe da PM de Severínia, formada pelos policiais Cb Bitencourt e Sd Alessi, com apoio dos Guardas Municipais Vitor, Pereira, Denilson Bolinha e Neto, acabou flagrando uma situação que culminou com a apreensão de dois menores e a prisão em flagrante de um maior, ambos por crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Detalhe, um dos menores já tinha passagens pela polícia pelo mesmo crime: tráfico de drogas, é mole?

Segundo o BO PM o flagrante ocorreu no início da noite quando os policiais e GCMs patrulhavam as ruas da cidade. 

De repente, ao passarem pela rua São Domingos no bairro Vila Santo Antonio (Vila Capim), os atentos policiais e GCMs avistaram o jovem L.H.S., 22 anos, morador do bairro Camacho II, saindo de uma casa juntamente com o adolescente K.A.R., 17 anos, morador ali mesmo da vila. Como o local, segundo a PM, é conhecido pela grande incidência de tráfico de drogas, os policiais então partiram para a abordagem da dupla.

Ao perceberem que seriam abordados um deles, L.H. dispensou "algo" no chão e em seguida os dois retornaram para o interior da casa de onde haviam saído sendo que a casa é do adolescente K.

Como o odor de maconha que saía da casa era muito grande e no local onde L.H. dispensara "algo" foram encontradas 10 porções de crack, drogas embaladinhas e prontinhas para a venda, os policiais resolveram dar uma geral ali.

Jó no interior da casa de K., devidamente autorizados, foi localizado outro jovem, C.C.S., 17 anos, morador ali mesmo da vila, que após ser submetido a uma busca pessoal, com ele foram encontradas 01 porção de maconha, 05 de crack e a quantia de R$ 110 reais em seu bolso.

Segundo a PM, próximo a porta de entrada da casa de K. foram encontradas mais 07 porções de crack e mais R$ 69 reais.

Questionados pelos policiais,  K., o morador da casa, assumiu ser o dono das drogas e contou que vendia cada porção de crack por R$ 10 reais.

Segundo a PM o pai de K. inclusive acompanhou e viu quando os policiais encontraram as drogas na casa e com ele (K.).

Após as buscas na casa de K. os policiais questionaram L.H. e C. se eles tinham mais drogas em suas casas momento em que C. afirmou que sim. Diante dessa informação os policiais voaram para casa dele (C) ali mesmo na Vila Santo Antonio.

Lá na casa de C. os policiais, autorizados pela mãe do menor, durante as buscas localizaram 05 porções de maconha dentro de um guarda-roupas, drogas idênticas as que C. carregava na hora da abordagem. Ainda durante as buscas na casa de C., acompanhadas pela mãe do menor, os policiais encontraram debaixo da cama 01 balança de precisão.

Era hora de dar uma geral agora na casa de L.H. no Camacho II. E foi para lá que os policiais e Guardas Municipais voaram.

Lá na casa de L.H., com entrada franqueada pelo próprio, os policiais não encontraram nada de ilícito a não ser a quantia de R$ 291 reais que estava no bolso dele.

Segundo a PM, o adolescente C. já foi apreendido anteriormente pelo mesmo crime, tráfico de drogas. E segundo a PM novas denúncias dão conta de que L.H. e K. praticam o tráfico de drogas em conjunto na Vila Santo Antonio, bairro conhecido por Vila Capim.

Diante dos fatos e dos "achados" os três receberam voz de prisão em flagrante e foram levados ao plantão policial na central de flagrantes em Barretos.

Lá eles foram apresentados pelos policiais ao delegado do plantão com todo a material ilícito devidamente apreendido.


A VERSÃO DO MAIOR L.H.

Segundo o depoimento do maior, L.H., ele declarou apenas que sua irmã estava ciente de sua prisão e que ia usar o seu direito de permanecer calado e que falará somente em Juízo.


A VERSÃO DO MENOR C.

O menor C. declarou que é ex-sobrinho de L.H. e amigo de K. Que naquele dia havia comprado 01 baseado em Olímpia e foi até a casa do amigo K. para fumar. Que no momento em que estavam no quarto foram surpreendidos pelos policiais e ao ser indagado confessou que vende drogas para sustentar seu vício e que em sua casa tinha mais drogas sim. Que ele autorizou a entrada dos policiais na casa onde apreenderam 01 balança, porções de maconha e dinheiro, todos destinados ao tráfico de drogas. E finalizou seu depoimento dizendo não saber informar se K. e L.H. vendem drogas.


A VERSÃO DO MENOR K.

O menor K. declarou que é amigo de L.H. e que foi surpreendido com a chegada do amigo e dos policiais. Que durante as buscas os policiais encontraram as drogas e dinheiro em sua casa. Ele confessou que vendia as drogas por R$ 20 reais cada pedra mas que durante a abordagem ele não tinha nada com ele e que as drogas foram encontradas em sua casa.


PRISÃO E APREENSÃO RATIFICADAS PELO DELEGADO DO PLANTÃO

Após analisar o caso o delegado do plantão ratificou a prisão em flagrante do maior e a apreensão dos dois menores pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Os três passaram por exames de corpo de delito e depois ficaram à disposição da Justiça.


DR. LEO BOM NA PARADA!

Na manhã desta terça-feira (17), acionado por familiares do maior preso, L.H., o advogado olimpiense Dr. Leo Bom compareceria na audiência de custódia do maior L.H. para tentar livrá-lo da Cadeia. A audiência seria realizada na tarde desta terça-feira.

Aguardemos a decisão judicial: Cadeia mesmo ou Rua.

É claro que Leo Bom vai tentar colocá-lo na rua...

Veremos!

Leia Também

Entre em Contato

(17) 99769-5656 WhatsApp

[email protected]

Jornalista responsavel:
Julio Cesar Faria
Juliao Pitbull - MTB 53113

Cadastre-se e receba
Informativos
Olimpia24horas nas redes sociais