Olimpia 24 Horas

PREÇOS ABUSIVOS - Olímpia, Mirassol e Potirendaba têm 20 estabelecimentos notificados

Postado em: 16/10/2020

O Procon-SP segue fiscalizando estabelecimentos de todo Estado de São Paulo por aumentos injustificados no preços de alimentos e itens de cesta básica. No último balanço divulgado, mais de 600 estabelecimentos já haviam sido notificados. Mirassol, Olímpia e Potirendaba entraram para a lista de municípios com supermercados fiscalizados.

Em Olímpia foram oito estabelecimentos notificados, com o maior valor encontrado para o arroz de R$ 29,99 e de R$ 8,99 para o óleo de soja. Em Potirendaba foram quatro estabelecimentos, com o arroz também custando R$ 29,99 e óleo de soja a R$ 6,68. Já em Mirassol, foram oito supermercados fiscalizados pelo Procon-SP, mas os valores encontrados no município não foram divulgados.

São José do Rio Preto, Tanabi e Monte Aprazível são outras cidades da região em que ocorreram as operações, mas elas não tiveram nenhum novo estabelecimento fiscalizado nas últimas duas semanas. Rio Preto teve 24 estabelecimentos notificados, Monte Aprazível teve seis e Tanabi contou com quatro fiscalizações. O maior valor encontrado para o arroz foi em Tanabi, onde estava a R$ 33,99. Segundo o Procon, nesta fase da operação são atendidas apenas as denúncias feitas juntos aos Procons de cada município.

“Os supermercados notificados tem um prazo de sete dias para apresentar as notas fiscais de compra e venda dos últimos três meses dos itens. Com isso, será feita uma avaliação para determinar se a margem de lucro do proprietário teve um aumento justificável. Caso isso ocorra, eles responderão a processos administrativos. É importante destacar que o preço alto de um determinado produto nem sempre é culpa do dono do supermercado, já que fornecedores podem ter elevado os preços”, afirmou Alexandre Cavalheiro, coordenador regional do Procon.

Ainda de acordo com o coordenador não há informações sobre possíveis autuações após os supermercados apresentar as notas fiscais, pois os processos ainda se encontram na fase análise da documentação enviada.

Rio-pretenses que desejam fazer algum tipo de denúncia podem entrar em contato pelo Whatsapp (17) 99627-0528. No Procon-SP as denúncias podem ser feitas via internet (www.procon.sp.gov.br), aplicativo – disponível para Android e iOS – ou via redes sociais; para as denúncias, marque @proconsp, indicando o endereço ou site do estabelecimento.
(Por Vinicius LIMA – redação Jornal DHoje Interior)

Leia Também

Entre em Contato

(17) 99769-5656 WhatsApp

[email protected]

Jornalista responsavel:
Julio Cesar Faria
Juliao Pitbull - MTB 53113

Cadastre-se e receba
Informativos
Olimpia24horas nas redes sociais