Olimpia 24 Horas

PADRE IVANALDO - PODERIA SER SEU FAMILIAR

Postado em: 23/08/2019

No último dia 20 de Agosto fomos surpreendidos por um trágico episódio. Os noticiários transmitiram, em tempo real, o sequestro do coletivo da linha 2520, que, na madrugada, transportava trinta e nove passageiros, de São Gonçalo ao Estácio. Sob a ponte Rio-Niterói um homem ameaçava matar a todos e incendiar o ônibus. O desfecho do caso resultou na morte do seqüestrador por um atirador de elite; todos os passageiros saíram ilesos.



          A repercussão do caso gerou, além de grande comoção, opiniões diversas acerca do desfecho, sobretudo se, de fato, aquela vida precisaria ser ceifada. Considerando as tentativas de negociação, o tempo do sequestro (mais de três horas) e a análise do perfil do seqüestrador, seguindo os procedimentos para casos desta natureza, a polícia atesta ter tomado a melhor decisão.

         Repercutiu o fato de o governador do Estado descer sobre a ponte comemorando, segundo ele, as vidas preservadas e não a ceifada. Nas redes sociais as comemorações alastraram-se. Palavras de ordem, imagens do atirador, imagens da comemoração do governador e, contra quem ensaiava algum questionamento, a reação: “se no ônibus estivesse seu familiar você também comemoraria”. 

         As informações atuais sobre o seqüestrador merecem atenção: 20 anos, sem ficha criminal, portava uma mochila (que continha gasolina), uma faca e uma arma (identificada como falsa), desejava ser policial. Especialistas identificaram nele o perfil psicótico, caracterizado pela perda de contato com a realidade, sensação de estar sendo perseguido e vigiado. As poucas manifestações da família concentram-se no pedido de desculpas á sociedade e na pergunta: onde foi que erramos?

        Somos surpreendidos, constantemente, por gente de bem que, do nada, protagoniza tragédias, Se o argumento ‘se uma das vítimas fosse seu familiar você também comemoraria’ justifica a reação coletiva, cabe ressaltar: o crescimento avassalador de doenças de natureza psicológicas e psiquiatras, sobretudo, entre adolescentes e jovens, deve incomodar-nos. Não está descartada a possibilidade de que o próximo seqüestrador seja meu ou seu familiar.  

          
Ivanaldo Mendonça
Padre, Pós-graduado em Psicologia
[email protected]

Leia Também

Entre em Contato

(17) 99769-5656 WhatsApp

[email protected]

Jornalista responsável:
Julio César Faria
Julião Pitbull - MTB 53113

Cadastre-se e receba
Informativos
Olímpia24Horas nas Redes Sociais