Olimpia 24 Horas

MONTE AZUL PAULISTA - GCM, em conjunto com a PM, flagra e prende mais 4 no tráfico,um menor

Postado em: 19/08/2019

Na quinta-feira passada, 15/08 a atuante e eficiente Guarda Municipal de Monte Azul Paulista, exemplo de corporação para cidades da região que pretendem implantar o serviço, comandada e muito bem pelo experiente GCM Rogério Prioli, juntamente com seus colegas de GCMsPoliciais Militares da cidade, prenderam mais quatro pessoas supostamente envolvidas com o tráfico de drogas na cidade. Um deles menor de idade e um outro, sobrinho de um dos GCMs, ou seja, a GCM de Monte Azul não brinca em serviço, doa à quem doer

Rodolfo Prioli; Raphael da Silva, vulgo Neguinho; Elias Pastorino e o menor R.R.F., presos pela GCM e PM na casa de Dogão em Monte Azul Paulista.

Segundo relato da Guarda Municipal acabaram presos em flagrante Rodolfo Prioli, Raphael da Silva, Elias Pastorino e o menor infrator R.R.F.

Segundo o Boletim da Guarda Municipal, há vários meses a corporação vem recebendo denúncias informando que um individuo de vulgo "Dogão " estaria promovendo e gerenciando o tráfico de drogas na rua Fausto Antonio Zangrando, numeral 453.

O ´BOTE´ BEM DADO!
Na quinta, 15, mais uma vez o fato foi denunciado e a GCM que aguardava um momento oportuno para entrar em ação, por volta das 21h15, equipes formadas por GCMs e Policiais Militares, GCMs CMT GCM ROGÉRIO, Soldado PM Mathias, GCM Romanelli, Cabo PM Zava, Sargento PM Márcio, Cabo PM Cunha, GCM Thomaz, Secretário de Segurança: Robison e Diretor de Segurança Marcos entraram em ação e foram para o local denunciado.

Segundo consta no BO da GCMDogão se utiliza de vários "funcionários" à sua disposição, inclusive se utilizando de menores de idade para a mercância das drogas.

Planejada uma ação em conjunto entre a Guarda Civil Municipal e a Polícia Militar de Monte Azul, objetivando averiguar as denúncias, as equipes voaram para o local.

Lá, ao chegarem no local os GCMs e Policiais logo viram o portão entreaberto e notaram quatro indivíduos no quintal, momento que efetuaram a incursão no imóvel. Nesta altura, em ação simultânea, como o local já se encontrava com os fundos cercado, logo Rodolfo e Raphael dispensaram drogas no solo e tentaram correr, claro, foram abordados rapidamente por alguns GCMs.

No mesmo instante o sindicado R.R.F. e Elias empreenderam fuga para os fundos sendo abordados pelos Policiais Militares que já cercavam o local. No momento da abordagem consta que eles também jogaram drogas no chão.

Com todos os quatro elementos detidos era hora de dar uma geral na casa e em cada um deles.

Durante a busca domiciliar foi localizada uma quantia em dinheiro em cima da mesa da cozinha e outra parte na posse dos indivíduos. Além da grana também dois celulares com indícios das transações criminosas foram apreendidos com os autores.

Na sequência, como as denúncias apontavam que parte das drogas ficavam ocultas em um terreno ao lodo da casa, os GCMs e Policiais Militares passaram a procurar no terreno indicado pelos denunciantes, anônimos.

De fato, no terreno foram localizados mais entorpecentes embalados de forma idêntica aos localizados dentro da residência e que foram dispensados na hora do "vamos ver".

Segundo a GCM ressaltou no BO, a audácia dos detidos era tão grande que o "QG" do tráfico fica a 50 metros de uma praça utilizada para o lazer de crianças e adolescentes.

Diante da vasta materialidade dos crimes, os três maiores receberam voz de prisão e o menor de apreensão. Eles foram primeiramente conduzidos ao Pronto Atendimento Municipal (PS), onde passaram por exames clínicos de Corpo de Delito, e posteriormente, apresentados à autoridade de polícia judiciária, Dr. Renato Coelho de Melo, que após formar seu convencimento jurídico, ratificou a prisão em flagrante dos maiores Rodolfo Prioli, Raphael da Silva, Elias Pastorino e de apreensão ao menor RRF, emanadas pelos agentes pelos crimes de Tráfico de Entorpecentes e Associação para o Tráfico.

Após o registro do flagrante na delegacia os três maiores permaneceram presos e à disposição da Justiça. Eles passariam por audiência de custódia onde seus futuros seriam decididos: rua ou Cadeia. Já o menor infrator foi apreendido e ficou à disposição da Vara da Infância e Juventude.

AS APREENSÕES DURANTE A AÇÃO 
Durante mais uma operação positiva e coroada de êxito foram apreendidos na casa denunciada 132 eppendorfs de cocaína, 34 pedras de crack, 22 porções de maconha, 01 Pedra bruta de maconha, 01 pedra bruta de crack, a quantia de RS 534,35 em cédulas e moedas variadas, 01 funil, 01 peneira, 01 tesoura, 01 celular Lenovo e ainda 01 celular Motorola.

Tudo foi devidamente apreendido e apresentado pela GCM e PM na delegacia de Polícia onde o caso foi registrado.

GUARDA MUNICIPAL PROVA DE IDONEIDADE E EXEMPLO DE SUCESSO NA REGIÃO
Um dos presos na ação envolvendo PM e GCM consta ser sobrinho de um dos GCMs, ou seja, mostrando que a GCM de Monte Azul Paulista cumpre a Lei em cima da risca, doa à quem doer. Sinal de idoneidade e respeito, por isso é uma das corporações mais respeitadas da região e até usadas como parte de treinamento por outras cidades que estão implantando Guarda Municipal.

Leia Também

Entre em Contato

(17) 99769-5656 WhatsApp

[email protected]

Jornalista responsável:
Julio César Faria
Julião Pitbull - MTB 53113

Cadastre-se e receba
Informativos
Olímpia24Horas nas Redes Sociais