Olimpia 24 Horas

MONSENHOR ANTONIO - 23º Domingo do Tempo Comum - SOMOS LIMITADOS

Postado em: 08/09/2019

O nosso grande problema é que não conseguimos aceitar-nos como nós somos. Isto transforma a nossa vida num verdadeiro martírio, e faz-nos responsáveis pelos sofrimentos do mundo inteiro, porque queremos ser o que não somos, e fazemos o que não podemos. Depois, nós reclamamos do que está acontecendo, sendo que nós somos os culpados porque não queremos aceitar a nossa limitação, nem a ajuda que Deus nos oferece. Por isso, nos domingos do ano litúrgico, Ele nos orienta para que tenhamos paz e evitemos o sofrimento para nós e para os outros.

          No Livro da Sabedoria (9,13-18), diz: “Qual é o homem que pode conhecer os desígnios de Deus? Ou quem pode imaginar o desígnio do Senhor? Na verdade, os pensamentos dos mortais são limitados e nossas reflexões incertas: porque o nosso corpo corruptível torna pesada a alma, e a tenda de argila oprime a mente que pensa.    ...Mal podemos conhecer o que há na terra e com muito custo compreendemos o que está ao alcance da nossas mãos; quem, portanto, investigará o que há nos céus? Acaso alguém teria conhecido o teu desígnio, sem que lhe desses sabedoria e do alto lhe enviasses o teu Santo Espírito? Só assim se tornaram retos os caminhos dos que estão na terra, e os homens aprenderam o que te agrada e pela sabedoria foram salvos.”

          A palavra de Deus, deste domingo, começa fazendo-nos duas perguntas: “Qual é o homem que pode conhecer os desígnios de Deus? Ou quem pode imaginar o desígnio do Senhor?” São duas perguntas que encerram os mistérios de Deus que nós devemos conhecer para amá-LO, e precisamos viver de acordo com eles se nós desejamos viver felizes, colaborar na construção de um mundo justo e fraterno, e garantir a vida eterna. Numa palavra: cumprir a missão que Deus nos confia neste mundo.

          Para conhecer os desígnios do Senhor precisamos que Ele nos faça participar da Sua Sabedoria, que é um atributo privativo de Deus, que recebe toda criatura humana e a distingue dos outros seres criados. A prova de que, sem o dom da sabedoria, ninguém pode conhecer os desígnios de Deus, são as ciências humanas. Com todos os diplomas das melhores universidades do mundo, ninguém conseguiu nem imaginar um desígnio divino. Só conseguimos destruir todo o universo criado pela sabedoria divina para o nosso bem-estar.

          Confirma-nos esta verdade com o exemplo de São Paulo na carta a Filêmon ( 9,10-17), na qual admiramos como o Espírito Santo transformou um perseguidor dos seguidores de Cristo, num dos seus maiores apóstolos. E, com o seu exemplo e a palavra de Deus, transfigurou a vida de um escravo dos homens e dos bens materiais, em filho de Deus e em irmão seu muito amado. Jesus no evangelho de São Lucas (14,25-33) compara a nossa vida a uma construção que, para conseguir terminá-la, precisamos de um bom planejamento e de calcular bem todos os materiais que são necessários, da mesma forma, para conseguirmos uma vida feliz, ter uma família unida, e construir o mundo que rodos desejamos, precisamos da sabedoria de Deus, e a luz e a força do Espírito Santo. Com todos os diplomas dos homens, desprezando a sabedoria de Deus, conseguimos ter a vida, a família e o mundo que vivemos.

          Deus criou-nos “à Sua imagem e semelhança.”

     Monsenhor Antonio Santcliments Torras

Leia Também

Entre em Contato

(17) 99769-5656 WhatsApp

[email protected]

Jornalista responsável:
Julio César Faria
Julião Pitbull - MTB 53113

Cadastre-se e receba
Informativos
Olímpia24Horas nas Redes Sociais