Olimpia 24 Horas

MICROFRANQUIAS: O grande trunfo de empresários que faturam milhões com o segmento

Postado em: 19/12/2017

Negócios desenvolvidos para serem replicados com investimento a partir de R$ 3 mil se destacam em meio ao cenário econômico brasileiro e não para de se desenvolver

A cada dia, mais as microfranquias se destacam no mercado brasileiro. O baixo investimento exigido para começar o empreendimento chama bastante atenção de quem quer investir em algo próprio, fator que vem garantindo uma boa desenvoltura aos empresários que transformam suas ideias em negócio e apostam suas marcas no mercado.

As micros (negócios de até R$90 mil), que pertencem ao ramo de franquias, é um modelo empresarial baseado na venda de licença de uso de um negócio, know-how, estruturas, rotinas, produtos e serviços desenvolvidos por um franqueador. Assim como descreve o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), é uma estratégia de mercado para aqueles que desejam iniciar um novo projeto já com bases mais consolidadas, aplicações testadas e certo reconhecimento pelo público-alvo.

E mesmo com o cenário crítico, elas garantem uma boa desenvoltura e faturam milhões a cada ano. Nos últimos três anos, os pequenos negócios registraram um crescimento de 45% no país de acordo com a ABF – Associação Brasileira de Franchising. De 384, houve um salto para 557 em 2016.

Vendas em alta

Enquanto muitos empreendimentos lutam diariamente para manter as portas abertas, outros estão vendendo mais do que nunca. É o caso da PremiaPão, rede de franquias com foco em propaganda em saco de pão. Só nos últimos três meses, foram vendidos 116 unidades franqueadas. A empresa que é de Recife vem disseminando sua marca por todo o país de forma agressiva - ao todo já são 300 operações em apenas dois anos de existência. A junção de franquia barata (a partir de R$6 mil) rápido retorno de investimento (a partir de dois meses) e a facilidade em dirigir o negócio, faz com que a marca seja diariamente procurada por muitos interessados.

E tamanho desenvolvimento vem garantindo ótimos resultados à PremiaPão. No ano passado o faturamento foi de R$3 milhões, para este a expectativa é de que seja alcançado a margem dos R$6 milhões.  Em relação às unidades franqueadas, a rede pretende chegar ao fim de 2017 com 600.

“Temos uma aceitação muito boa. Vemos nossos franqueados bastante engajados com o negócio que eles conseguem criar, seja como um plano A, ou plano B (segunda fonte de renda).  O nosso desenvolvimento comprova isso. E não só o crescimento de número de franquias, mas em taxa de produção interna dos franqueados também. Todos estão tendo um alto índice de sucesso e produtividade”, fala o diretor da PremiaPão, Raphael Mattos.

A economia gerada pela empresa que promove publicidade inovadora é expressiva, a franqueadora tem mais de 240 saquinhos produzidos, 3.500 empresas divulgadas, e aproximadamente R$2.400.000,000 em faturamento de anúncios derivados dos franqueados e três mil padarias beneficiadas recebendo gratuitamente os saquinhos.

Raphael 2_18

De uma à duas

Em 2011, Henrique Mol decidiu fundar a Encontre Sua Viagem – empresa especializada em turismo. No mesmo ano, visualizando a potência existente no franchising, decidiu investir na área. De lá pra cá, aprendeu muito sobre o segmento e visualizou de perto os lucros gerados. A franquia ultrapassou as barreiras da cidade em que foi criada - Belo Horizonte (MG) – e se fez presente nos principais estados brasileiros.

Atualmente são mais de 500 unidades entre o sistema home office e loja física. Uma economia que reflete para o desenvolvimento do setor que está em ampla escalada.

Os números positivos e uma vontade de ir além, fizeram com que Henrique mais uma vez apostasse na potencialidade das micros. De viagens, por meio de uma sociedade, ele entrou no ramo de seguros. E, de uma marca de uma sede só, ele transformou em mais de 115 unidades franqueadas. A experiência de sete anos da Bidon Corretora de Seguros, aliada ao valor de investimento de R$11.990, contribuiu para que sua entrada no franchising – em 2016 – fosse e permanecesse sendo um sucesso.

Henrique não divulga o valor de faturamento das redes.

DSC_6964 - reduzida

Tendência de mercado

A utilização do cartão é quase uma unanimidade entre os brasileiros. Independentemente do valor exigido, cada vez mais pessoas utilizam as famosas maquininhas para pagar suas compras. Segundo a Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartão de Crédito e Serviços), neste ano, o valor de transações ocorridas por meio das maquininhas já cresceu 6,3 % no primeiro semestre. Dos R$545 bilhões registrados no mesmo período do ano passado, o número saltou para R$580 bilhões.

Acqio atua neste meio através da sua rede de franquias e vem crescendo, juntamente com o mercado! Em apenas dois anos conquistou mais de 600 unidades. Carlos Rollo, diretor da empresa responsável pelo marketing, diz que a rede mantém a prática de não revelar os valores de faturamento, mas informa que houve um crescimento de 285% no último ano.

As vendas das maquininhas seguem o mesmo ritmo. Elas são solicitadas em comércios de todos os tipos e localidades. Neste último semestre foram comercializadas oito mil maquinetas. “Nosso franqueado tem um perfil empreendedor mais comercial, geralmente são pessoas comunicativas e atentas ao mercado. Sabem inclusive que nos enquadramos num ramo que é tendência - cresce anualmente acima do PIB - e nosso negócio proporciona um lucro bom ao fim do mês. Ainda mais porque cada franqueado recebe comissão pelas vendas dos equipamentos e pelo faturamento da carteira”, disse.

O investimento em uma franquia da Acqio é de R$6.490, com prazo de retorno por volta de quatro a 12 meses.

Novas bandeiras no mercado

No mercado desde 2008, o Banneg – Banco de Negócios (consórcios e financiamentos) obteve a oportunidade de ingressar no franchising bem recentemente: em outubro. Entre os principais motivos, seus diretores Carlos Alexandre Gomes e Edinilson Lopes, revelam que o processo de expansão inicializado como franquias é extremamente eficiente no mercado de consócios e financiamentos, por isso, o interesse. “Principalmente quando focado na receita e na produção das lojas. O rápido retorno que proporciona ao franqueado é fascinante”, revelou Carlos Alexandre.

O Banneg está atuando com o modelo o Standard, cujo investimento é de R$32.400. Atualmente, a rede já conta com cinco unidades e tem traçado sua estratégia de expansão. “Nosso primeiro foco é no coração financeiro do país, São Paulo! Em seguida, continuaremos o trabalho em todos os estados, de forma cautelosa, mas articulada. O objetivo é conquistar no primeiro trimestre de 2018 100 unidades e encerrar o ano com 250 lojas operando”, explicou o diretor.

Edinilson e Carlos-Baixa

Respaldo ao empreendedor

As principais vantagens em se tornar um franqueado é poder trabalhar com uma marca já conhecida e, além disso, ter acesso a todo know-how do negócio que dá certo e o faz crescer.

Em outras palavras, as franqueadoras transmitem seu conhecimento aos investidores e fornecem ferramentas para que a franquia alcance o sucesso. E isso ocorre desde a escolha do ponto, a treinamentos periódicos, escolha do ponto comercial, apoio jurídico e administrativo, treinamento, consultoria de campo, publicidade e marketing, entre outros. Cada marca oferece um tipo de suporte aos seus franqueados para garantir um alinhamento padrão e que todos mantenham o desempenho da rede. Como resultado, além de conquistar a fidelidade dos clientes, as marcas também buscam atrair mais sócios e expandir para diversas regiões.

Leia Também

Entre em Contato

(17) 99769-5656 WhatsApp

[email protected]

Jornalista responsável:
Julio César Faria
Julião Pitbull - MTB 53113

Cadastre-se e receba
Informativos
Olímpia24Horas nas Redes Sociais