Olimpia 24 Horas

GUARACI - Trabalho perfeito da Polícia Civil esclarece crime e ainda prende autor em flagrante!

Postado em: 16/05/2022

E não levou nem 12 horas e a competente equipe da delegada Dra. Debora Cristina Abdala Nobrega, titular da Polícia Civil de Guaraci, equipe formada pelos policiais civis Charles e Vanderlúcio e escrivão Diogo. não só esclareceu o crime como também prendeu o autor em flagrante. Detalhe, o autor até ajudou a polícia nas investigações e foi quem comunicou o encontro do cadáver...

Segundo o que apuramos um dos dois irmãos que comunicaram o encontro do cadáver, A.S.S., sem saída diante do trabalho sempre perfeito da delegada Dra. Debora e sua equipe, acabou confessando a autoria do crime.

Segundo o apurado, a motivação seria ciúmes pelo fato de que a vítima (Indião) tivera no passado um envolvimento com a esposa do autor. A. ainda desconfiava que Indião ainda estava se envolvendo com a esposa dele, fato negado pela própria mulher de A. que reafirmou na delegacia que isso foi num passado distante e não agora.

Pelo que se apurou até agora a vítima foi pega de surpresa quando saía com o carro da chácara onde morava. Consta que o autor A. viu o carro da vítima passando para a chácara. O autor então foi para o meio da mata onde se escondeu.

Mais tarde, já de noite, quando a vítima abriu a porteira para ir para a cidade, o autor apareceu de repente e foi tirar satisfações com Indião. Nesse momento Indião pegou um espeto para se defender e foi para cima do autor momento em que A., de posse uma arma de fogo, um Revólver calibre .38disparou três tiros contra Indião. Dois deles atingiram a porta do carro que estava aberta, daí as marcas de tiros na parte interna. O outro tiro atingiu mortalmente a cabeça da vítima.

Segundo o autor a arma do crime ele teria jogado no meio do mato após cometer o crime, arma que não foi localizada pela Polícia Civil, pelo menos por enquanto...

Após matar Indião o autor A. que disse que agiu sozinho, colocou o corpo no carro da própria vítima e o desovou na mata perto da seringueira. Em seguida ele disse que abandonou o carro no meio do mato e fugiu do local.

Neste domingo a tarde, ele e o irmão R. informaram a Polícia Civil que eles haviam "encontrado" um corpo no meio da mata. Foi quando a polícia civil começou a investigar o caso inclusive com a ajuda dos irmãos sendo que um deles era o próprio assassino.

Como o local era de difícil acesso e somente quem sabia do acontecido poderia informar a localização do corpo, esta foi a primeira pista do "fio da meada" para a experiente equipe policial formada pelos agentes Charles, Diogo e Vanderlúcio sob o comando da delegada Dra. Debora.

Com as pistas e contradições se evidenciando foi só os policiais e a delegada tomarem aquele "cafezinho" com os irmãos, que o autor, um deles, A, vendo que a casa caía, resolveu confessar a trama macabra para eliminar o suposto concorrente no amor.

Friso, a mulher do autor negou na delegacia que tivesse um caso com a vítima, como supunha seu marido e réu confesso.

O corpo da vítima está sendo velado neste momento em Guaraci e será sepultado na tarde desta segunda-feira (16) lá mesmo no Cemitério local.


NOVAS INFORMAÇÕES SOBRE O HOMICÍDIO EM GUARACI

Após exames periciais no corpo da vítima no IML de Barretos foi descoberto que na verdade o tiro não atingiu a cabeça conforme foi aventado anteriormente.

O tiro acertou o lado direito do peito da vítima, atingiu um pulmão em cheio o coração transfixando o órgão. Devido a gravidade dos ferimentos em órgãos vitais a vítima morreu de hemorragia interna aguda.

Durante toda a tarde desta segunda-feira (16) uma multidão enfurecida pelo crime fez "plantão" na porta da delegacia de polícia onde o autor, preso em flagrante pela equipe da Dra. Debora, estava aguardando a decisão judicial. 

Todos gritavam em coro Justiça! Covarde! Cadeia" Assassino!

Mais tarde, ao saber que a prisão foi convertida para preventiva a multidão foi aumentando cada vez mais.

A transferência tinha que ser feita imediatamente devido a iminência de uma invasão da delegacia para provável linchamento do autor, era o que intencionava a multidão.

Com todo cuidado e preparo os policiais protegeram o autor que foi embarcado na viatura aos gritos de covarde, assassino e outros impropérios impublicáveis. A viatura saiu voando do local para evitar um mal maior ainda. VEJA A MULTIDÃO ENFURECIDA NA DELEGACIA.

VEJA ABAIXO A MATÉRIA COMPLETA!


HOMICÍDIO EM GUARACI! Rapaz é encontrado morto em mata com marcas de tiros...

E chega na redação do Olimpia24horas que um rapaz muito conhecido na cidade foi encontrado morto com marcas de tiros na zona rural de Guaraci. O corpo da vítima já estava em início de estado de decomposição. No meio da mata foram encontrados o carro e a carteira com os documentos da vítima. O caso foi registrado como Homicídio de autoria desconhecida

Pelo que apuramos até agora, ele foi levado para uma mata, ao lado de uma seringueira e lá, não se sabe ainda o motivo, o mataram a tiros.

Indião como é conhecida a vítima, trabalhava na frente de trabalho da Prefeitura de Guaraci e ontem (sábado) não foi trabalhar.

Equipes da Polícia Civil de Guaraci e Peritos estão no local juntamente com a delegada titular de Guaraci Dra. Debora Cristina Abdala Nóbrega.

Suspeita-se que Indião tenha sido morto ontem (sábado) e o corpo só foi encontrado hoje, próximo a uma estrada que liga Guaraci ao Porto de Areia.


NOVAS INFORMAÇÕES SOBRE O CASO AGORA DE ACORDO COM O BOLETIM DA POLÍCIA CIVIL

Segundo o BO PC registrado na delegacia de polícia de Guaraci neste domingo (15) comunicando a morte de Luiz Henrique da Silva Firmino, conhecido como Indião, 37 anos, ajudante geral, morador da Chácara Esperança, zona rural de Guaraci, o investigador da Polícia Civil, Luís Carlos teria sido procurado por dois rapazes, os irmãos A. e R., os quais informaram que viram um corpo de uma pessoa escondido na zona rural da cidade, nos fundos do bairro Glória, da Fazenda Posses e que o mesmo já se encontrava em estado de decomposição.

Os irmãos disseram ainda que teriam ouvido uma pessoa que teria efetuado o ato narrando o caso para uma pessoa morena num carro preto com placas mercosul em frente a Padaria Pão do Céu. E mais, que havia algo mais escondido na Mata do Seragini, próximo a uma plantação de seringueiras.

Diante das informações dos irmãos o agente entrou em contato com o escrivão Diogo narrando o que ouviu. Luiz disse ainda que os irmãos se prontificaram a indicar o local onde estava o corpo.

Ato contínuo os agentes policiais entraram em contato com o delegado do plantão em Barretos, Dr. Edson Winning, informando que estavam saindo para diligencias ao local informado.

No local distante da cidade e de difícil acesso, indicado pelos irmãos A. e R., os agentes Diogo e Luis Carlos encontraram o corpo de um homem e ao lado uma carteira com documentos e ainda o documento de um carro pertencente a vítima mas em nome da irmã do mesmo, N.S.F.

Imediatamente os agentes e os irmãos retornaram para Guaraci pois no local não havia sinal de celular e comunicaram o encontro ao delegado do plantão e a delegada titular de Guaraci Dra. Debora Cristina Abdala Nóbrega que avisou que estava indo para o local.

Enquanto aguardavam a delegada e a Polícia Técnico-científica os agentes e os dois irmãos deram uma geral no entorno quando então encontraram o carro da vítima, um VW Gol, cor preta, abandonado no meio da mata, sendo o mesmo preservado para perícia.

Com a chegada da Polícia Técnico-científica no local, que num primeiro momento foi feita a perícia no cadáver e em seguida no veículo da vítima onde foram constatadas manchas de sangue na porta do lado do passageiro, algumas digitais na porta do lado do motorista e no tampão traseiro. Além disso o quebra-vento do lado do passageiro estava caído e com o espelho trincado e ainda na porta do lado do motorista havia duas perfurações na parte interna e um amassado na lataria.

De acordo com o BO PC o perito colheu material para posterior exame de DNA no volante e no câmbio e ainda as digitais no veículo para exames complementares além de registrar tudo em fotos do cadáver e do veículo. 

Consta que o carro foi levado para a delegacia para que a porta fosse desmontada tendo em vista que na mata era muito escuro para tal serviço. O desmonte da porta onde havia marcas era para ver se havia projéteis ali dentro e de qual tipo de arma de fogo.

O caso foi registrado como Homicídio de autoria desconhecida, por enquanto já que a equipe da delegada Dra. Debora não parou um minuto e procura esclarecer a autoria e a motivação do crime...

Pela Polícia Civil de Guaraci estiveram no local a delegada Dra. Débora Cristina Abdala Nóbrega e os agentes policiais Luis Carlos e Diogo. Eles contaram com o apoio dos dois irmãos A. e R. que foram os primeiros a ver o corpo e levaram o caso ao conhecimento da Polícia Civil.

Pela Polícia Técnico-científica (Perícia) estiveram no local o perito Rafael e o fotógrafo Elias.

No final dos trabalhos a perícia determinou a remoção do cadáver para o IML de Barretos onde passaria por nova bateria de exames periciais tendo em vista que havia indícios de perfuração por projétil de arma de fogo na cabeça da vítima.


Segundo o que apuramos a vítima teria sido morta com um tiro na cabeça disparado de longa distancia mas essa informação ainda cabe confirmação por parte da perícia.

O caso está sendo investigado desde o momento em que o corpo foi encontrado pela competente equipe da Polícia Civil de Guaraci - Dra. Debora, Luis Carlos e Diogo - que com certeza trará novidades muito em breve já que eles estão em cima de pistas que podem esclarecer o crime e a motivação a qualquer momento.


Após os trabalhos periciais no IML de Barretos o corpo da vítima deve ser liberado para velório e sepultamento que devem ocorrer em Guaraci, mas em data ainda não definida.

Leia Também

Entre em Contato

(17) 99769-5656 WhatsApp

[email protected]

Jornalista responsavel:
Julio Cesar Faria
Juliao Pitbull - MTB 53113

Cadastre-se e receba
Informativos
Olimpia24horas nas redes sociais