Olimpia 24 Horas

FLAGRANTE NO SANTA IFIGÊNIA - PM surpreende homem com drogas e objetos suspeitos em carro

Postado em: 12/03/2019

Na manhã desta terça-feira, 12, a equipe D da PM de Olímpia acabou prendendo em flagrante um homem por ter sido surpreendido com drogas e objetos que ele não soube explicar as origens. Trata-se de Valdemar Camargo Neto (Foto), vulgo Camarguinho, 33 anos, morador do bairro COHAB IV, Olímpia.

Com a chegada da PM no local, segundo o BO PM, tratou-se de tráfico de drogas/apreensão de objetos.

Tudo começou quando policiais militares patrulhavam as ruas do bairro Jardim Santa Ifigênia, e ao passarem pela rua Andréa Degasperi, eles se depararam com Valdemar Camargo Neto próximo de um VW Gol placas BPK-2994 de Olímpia. Naquele momento, consta no BO PM, Camarguinho estava colocando uma televisão de tamanho grande no interior do veículo e permaneceu sentado do lado esquerdo dianteiro, razão pela qual levantou-se uma suspeita do mesmo por parte dos policiais.

Imediatamente os policiais deram ordem para que Camarguinho saísse do interior do Gol o que não foi obedecido por ele. Novamente foi dada nova ordem para que ele saísse do veículo e neste momento, consta no BO PM, Valdemar finalmente saiu sendo abordado em seguida pelos policiais que o revistaram.

Durante a revista pessoal, em seu poder foi encontrado o valor de R$ 137 reais sendo duas cédulas de cinquenta, uma de 20, uma de dez, uma de cinco e uma de dois reais, grana a qual ele assumiu ser de sua propriedade e alegando que era fruto de seu trabalho. Questionado sobre o valor consta que ele não sabia precisar o valor exato.

Ainda no local foi realizada também uma revista no interior do Gol quando foi localizada dentro do porta luvas do carro uma sacola plástica contendo em seu interior 05 porções de tamanho grande de maconha, 01 balança de precisão, 02 facas de cozinha e 01 pequena bobina de plástico transparente usada para embalar maconha. Ainda segundo o BO PM, no banco traseiro do veículo foi localizada 01 lanterna da marca fênix cujo valor estimado é de aproximadamente mil reais, objeto que ele não soube falar a procedência.

Além disso havia também a televisão marca Toshiba de 40 polegadas, que Valdemar também não soube relatar a procedência da televisão e também não apresentou a nota fiscal da mesma exigida pelos policiais.

Ainda segundo a PM, ao ser indagado a respeito das drogas encontradas em seu veículo, Camarguinho não assumiu sua propriedade e tampouco relatou ser usuário de drogas. Inclusive, em sua versão no BO PM, consta que ele disse apenas que nada tinha à declarar.

Mesmo assim, diante do exposto, com o apoio da equipe do CGP II, Valdemar, as drogas, os objetos encontrados no interior de seu carro e seu veículo seriam conduzidos ao expediente da delegacia de polícia de Olímpia. Antes porem, Camarguinho primeiro foi levado até a UPA24horas onde passou por exame de corpo de delito, e depois, junto com as drogas, grana, objetos e carro, foi levado para a delegacia de polícia.


LEO BOM É ACIONADO PARA A DEFESA
Advogado de Camarguinho, o advogado olimpiense Leo Bom, ao ser comunicada da prisão, voou para a delegacia onde atuou o tempo todo na defesa de seu cliente. Nesta quarta-feira, 13, Leo também vai acompanhá-lo na audiência de custódia que deve acontecer no Forum da Comarca de Olímpia. Nela a Justiça vai decidir se converte a detenção dele em Prisão Preventiva, o que o fará responder o processo preso.


Na delegacia de Olímpia, após tomar conhecimento dos fatos por intermédio do escrivão de polícia Luiz Carlos, o delegado Rodrigo Souza Ferreira decidiu ratificar a prisão em flagrante de Valdemar pelo crime de tráfico de drogas e determinou a elaboração de um BO CIVIL de número 353.

Sobre os objetos encontrados em poder dele e sem origem definida, o delegado pediu a apreensão de tudo e a averiguação da procedência de cada um deles.

Após o registro do flagrante na delegacia de Olímpia, Camarguinho  permaneceu preso e à disposição da Justiça.


A VERSÃO DE CAMARGUINHO NA DELEGACIA
Segundo o que apuramos, muito bem orientado por seu advogado Leo BomCamarguinho disse em seu depoimento na delegacia que ele estava dentro de seu carro, parado na rua Andrea Degaspere, quando viu uma viatura da PM passar pelo local. Os policiais ficaram olhando para o carro dele e continuaram em movimento mas após uns 4 minutos eles retornaram e o abordaram. Que fizeram busca pessoal nele e nada de ilícito foi encontrado. Que depois os policiais fizeram busca no veículo e não encontraram nada de ilícito também a nao ser a lanterna, uma TV. Camarguinho negou terem encontrado facas e alegou desconhecer a balança de precisão, negou que os policiais localizaram tijolinhos de maconha. Negou ser usuário de maconha e negou ser traficante. Que após localizarem a lanterna os policiais disseram que a mesma era muito cara e que ele não tinha condições para comprá-la. Que eles disseram que iriam para a delegacia e que se a TV e a lanterna não fossem produtos ilícitos seriam liberados. Que ele estava ali apenas arrumando alguns objetos no carro pois estava mudando de endereço.

E finalizou seu depoimento dizendo que foi apresentado na delegacia de Olímpia e lá ficou sabendo das drogas no momento em que seu advogado Leo Bom lhe informou. Que ele não sabia que haviam encontrado as drogas. Esta, claro, é a versão do acusado durante seu depoimento na delegacia de Olímpia, versão que não vai de encontro com a da PM. Cabe agora a Justiça analisar os fatos e se manisfestar nos autos.

E, segundo a PM, Camarguinho já vem sendo investigado por ser suspeito de outros crimes cometidos na cidade.

Leia Também

Entre em Contato

(17) 99769-5656 WhatsApp

[email protected]

Jornalista responsável:
Julio César Faria
Julião Pitbull - MTB 53113

Cadastre-se e receba
Informativos
Olímpia24Horas nas Redes Sociais